Tradener aumentou em 103% sua compra de energia no longo prazo.

Primeira comercializadora do mercado livre de energia do Brasil, a Tradener se prepara para um salto de mercado apostando na abertura plena do setor no médio e curto prazo. A empresa fechou seu balanço de 2021 com um crescimento de 103% em sua compra de energia no longo prazo. A empresa também opera hoje com geração própria de fontes limpas e renováveis e já está habilitada como varejista pela CCEE.

Nesse balanço de 2021, a Tradener registrou 5.751 oportunidades de negociação, considerando propostas de curto prazo (contratos de fornecimento de 1 a 6 meses) e longo prazo (contratos superiores a 6 meses). Desse total 34,7 % das propostas  foram confirmadas.

No Balcão Brasileiro de Comercialização de Energia (BBCE), plataforma de transação de energia elétrica utilizada pelos principais players do setor, foi registrado aumento de 13% no volume de compra e venda.

Nesta mesma plataforma em 2021 a Tradener negociou 1,370 Gigawatts médios (GWm).  Quase 70% desse volume, de energia são referentes aos contratos de longo prazo. Considerando apenas a compra de energia, houve aumento de 103% de MWm no volume comprado em relação a 2020. O que se justifica pelo aumento da liquidez do mercado, de acordo com o diretor comercial da Tradener Jorge Caliari.  

Em sua análise Caliari comenta que “em um mercado mais líquido, o volume negociado no Balcão é maior devido ao aumento do número de operações.  Diferentemente do aumento do volume negociado pela Tradener, que se caracteriza pelo  crescimento do número e do desempenho dos clientes. Sobre o preparo de crescimento da Tradener Caliari aponta que “em 2021 tivemos o início de diversos contratos de longo prazo negociados em anos anteriores, muitos deles antes mesmo da pandemia”.  Para 2022, o volume geral negociado no mercado livre deve ser superior a 13%, principalmente com as expectativas de aumento dos custos do ambiente de contratação regulado, o que pode impulsionar mais ainda as migrações ao mercado livre”, comenta o Diretor Comercial, Jorge Caliari.

Com relação às vendas para consumidores livres e especiais, em 2021, a Tradener firmou cerca de 140 novos contratos de fornecimento de energia, muitos deles que se estendem além de 2030. A Tradener tem acompanhado de perto os desdobramentos da abertura do mercado livre, preparando a sua carteira para atender todos os tipos de clientes, Além disso, investe recursos internamente, preparando a infraestrutura da empresa com sistemas para melhorar ainda mais a sua operação.

“O crescimento do mercado livre brasileiro, após sua abertura integral, exigirá, do ponto de vista institucional, a simplificação dos processos para migração, ambiente fiscal mais inteligente e menos burocracia. As empresas de comercialização, por seu lado, deverão aprimorar seus recursos tecnológicos de forma atender às expectativas de um mercado em constante evolução e cada vez mais exigente,” conclui Caliari.

Veja também

Geral

21.06.22

O que faz um profissional que trabalha com comercialização de energia?

Geral

07.06.22

Tradener alcança certificação Great Place to Work pela segunda vez

Na Mídia

17.05.22

Barra Bonita é destaque em jornal Gazeta do Povo do PR

Geral

04.05.22

Tradener investe em energia limpa e renovável para um mundo em transformação

Setor Energético

28.04.22

Brasil alcançou a 6ª posição em ranking de energia eólica

Geral

27.04.22

Mês da criatividade e inovação com protagonismo da Tradener

07.04.22

Cidade de Pindaí onde empresa do grupo tem parque eólico celebra 60º aniversário

Setor Energético

23.03.22

Como a meteorologia impacta os preços da energia elétrica no Brasil?

Press Release

22.03.22

Tradener propõe Plano Nacional de 100 PCHs com geração de até 1 milhão de empregos

Press Release

22.03.22

Tradener fecha contrato inédito com a YPFB para trazer gás natural boliviano ao Brasil.

Press Release

22.03.22

Tradener cresceu quase 60% suas vendas de energia em MWh em 2021

Press Release

22.03.22

Tradener aumentou em 103% sua compra de energia no longo prazo.

Setor Energético

22.03.22

A importância da água na geração de energia elétrica.

Setor Energético

15.03.22

O que esperar da micro e mini geração distribuída x incentivos e crescimentos projetados?

Gás

07.03.22

Tradener fecha contrato inédito com a YPFB para trazer gás natural boliviano ao Brasil.

Setor Energético

22.02.22

PDE 2031: qual é a tendência da Matriz Energética Nacional para a próxima década?

Geral

17.02.22

Sua empresa está preparada para descarbonizar?

Setor Energético

10.02.22

Como está o processo de geração de energia eólica em mar brasileiro?

Setor Energético

09.02.22

A influência das chuvas na geração de energia eólica

Setor Energético

02.02.22

Energia Renovável no Brasil, o que esperar para os próximos anos?

25.01.22

Parabéns, São Paulo da garoa, da terra boa e da energia solar!

Geral

10.11.21

Como é o mercado de trabalho no setor de energia?

Mercado Livre

11.08.21

Como alcançar mais previsibilidade na fatura de energia elétrica?

Geral

25.03.21

Energia Eólica no Brasil e no mundo

Setor Energético

20.05.22

Chuvas de março melhoram afluência da região Sul

%d blogueiros gostam disto: