A influência das chuvas na geração de energia eólica

Alguma vez você já teve dúvidas e se questionou se a chuvas impactam de alguma forma a geração de energia eólica?

A chuva por si só não afeta a geração eólica, o que afeta é a ausência de vento que normalmente está associada à chegada das chuvas, especialmente no nordeste do Brasil, região onde se encontra a maioria dos parques eólicos instalados no país.

Fenômenos climáticos são complexos, pois envolve variáveis que não dependem apenas do conhecimento humano para prever e contê-las. Contudo, o componente mais marcante para esse acontecimento diz respeito ao deslocamento da zona de convergência intertropical (ZCIT). Esse é um dos mais importantes sistemas meteorológicos que atua nos trópicos, integra a circulação geral da atmosfera e é a principal fonte de precipitação nos trópicos. 

A ZCIT transfere calor e umidade dos níveis inferiores da atmosfera para os superiores da troposfera e para médias e altas latitudes. Esse processo compromete a velocidade dos ventos alísios. Sua posição varia durante o ano, porém é mais ao sul (ficando acima dos estados do nordeste brasileiro), geralmente durante os meses de fevereiro e março, e se desloca para o hemisfério norte durante os meses de agosto e setembro. Assim, coincide com os períodos de menor e maior vento, e maior e menor precipitação na região nordeste do Brasil.

Essa mesma correlação entre chuva e vento não é tão evidente na região Sul do Brasil, que também possui sazonalidade no perfil eólico de ventos, mas apresenta diferentes fatores e envolve sistemas climatológicos.

Quando há muitas chuvas e, como dito anteriormente, há ausência de ventos, a geração de energia eólica fica comprometida. Porém, a situação pode ser contornada com planejamento e sem afetar o fornecimento. Pode-se aproveitar esse período para programar manutenções preventivas e melhorias no parque. Já pelo ponto de vista de um empreendedor, ou ainda do sistema elétrico, que visa a produção contínua de energia, pode-se optar, por exemplo, em investir em fontes de energia que sejam complementares, como a geração hidráulica, justamente pela correlação negativa entre os fenômenos de vento e chuva. Essa é uma manobra realizada pela Tradener, que investe em parques eólicos, mas também em PCHs, para que a produção de energia seja contínua durante todo o ano.

Energia eólica onshore e offshore, qual sofre mais influência das chuvas?

A geração da energia eólica onshore e offshore difere uma da outra em relação ao local onde o parque gerador estiver instalado. Quando é em terra, é denominada eólica onshore; em alto mar, é offshore. O Brasil ainda está regulamentando a instalação de parques offshore, porém no mar do norte da Europa já são realidade. Ambas tecnologias serão afetadas pela diminuição da velocidade de vento, e fatores como a relação entre a área de varredura do rotor pela potência do gerador, entre outros, influenciam mais do que o sentido do eixo de rotação de cada tecnologia. 

Texto elaborado com o suporte do colaborador Gabriel Santos da Área de Novos Negócios.


Você gostou dessa informação? Quer receber mais conteúdos sobre o tema? Deixe seu cadastro abaixo:

Veja também

Geral

21.06.22

O que faz um profissional que trabalha com comercialização de energia?

Geral

07.06.22

Tradener alcança certificação Great Place to Work pela segunda vez

Na Mídia

17.05.22

Barra Bonita é destaque em jornal Gazeta do Povo do PR

Geral

04.05.22

Tradener investe em energia limpa e renovável para um mundo em transformação

Setor Energético

28.04.22

Brasil alcançou a 6ª posição em ranking de energia eólica

Geral

27.04.22

Mês da criatividade e inovação com protagonismo da Tradener

07.04.22

Cidade de Pindaí onde empresa do grupo tem parque eólico celebra 60º aniversário

Setor Energético

23.03.22

Como a meteorologia impacta os preços da energia elétrica no Brasil?

Press Release

22.03.22

Tradener propõe Plano Nacional de 100 PCHs com geração de até 1 milhão de empregos

Press Release

22.03.22

Tradener fecha contrato inédito com a YPFB para trazer gás natural boliviano ao Brasil.

Press Release

22.03.22

Tradener cresceu quase 60% suas vendas de energia em MWh em 2021

Press Release

22.03.22

Tradener aumentou em 103% sua compra de energia no longo prazo.

Setor Energético

22.03.22

A importância da água na geração de energia elétrica.

Setor Energético

15.03.22

O que esperar da micro e mini geração distribuída x incentivos e crescimentos projetados?

Gás

07.03.22

Tradener fecha contrato inédito com a YPFB para trazer gás natural boliviano ao Brasil.

Setor Energético

22.02.22

PDE 2031: qual é a tendência da Matriz Energética Nacional para a próxima década?

Geral

17.02.22

Sua empresa está preparada para descarbonizar?

Setor Energético

10.02.22

Como está o processo de geração de energia eólica em mar brasileiro?

Setor Energético

09.02.22

A influência das chuvas na geração de energia eólica

Setor Energético

02.02.22

Energia Renovável no Brasil, o que esperar para os próximos anos?

25.01.22

Parabéns, São Paulo da garoa, da terra boa e da energia solar!

Geral

10.11.21

Como é o mercado de trabalho no setor de energia?

Mercado Livre

11.08.21

Como alcançar mais previsibilidade na fatura de energia elétrica?

Geral

25.03.21

Energia Eólica no Brasil e no mundo

Setor Energético

20.05.22

Chuvas de março melhoram afluência da região Sul

%d blogueiros gostam disto: