Entenda o que é uma Pequena Central Hidrelétrica (PCH)

Uma Pequena Central Hidrelétrica (PCH) é uma usina de pequeno porte, que aproveita o potencial hidráulico de uma fonte hídrica para gerar energia.

Uma Pequena Central Hidrelétrica (PCH) é uma usina de pequeno porte, que aproveita o potencial hidráulico de uma fonte hídrica para gerar energia. Para ser considerada PCH a usina deve ter potência instalada superior a 5.000 kW e igual ou inferior a 30.000 kW.

PCHs operam a fio d’água (não é possível regular o fluxo d’água) ou no máximo com reservatório de regularização diária. A área do reservatório é de até 13 km² (treze quilômetros quadrados), excluindo a calha do leito regular do rio. Por serem de porte pequeno, em comparação às gigantes usinas hidrelétricas, podem ser construídas próximas aos polos de consumo.

Esse tipo de empreendimento gera energia limpa e renovável. Por isso, causa baixo impacto ambiental.

A água é uma das poucas fontes para geração de energia que não coopera para o aquecimento global, considerado o principal problema para o meio ambiente. Contudo, a participação da água na matriz energética mundial é pouco expressiva e na matriz brasileira está em queda (Atlas de Energia Elétrica, Aneel, 3ª edição).

Benefícios das PCHs
Além dos pontos positivos em relação à preservação dos recursos naturais, as PCHs levam menos tempo para serem implementadas e produzem menor sobrecarga às redes elétricas. Não precisam de grandes linhas de transmissão.

Existem PCHs em todo o território brasileiro, o que é bom para a economia porque gera empregos locais, além de usarem tecnologia totalmente nacional.
Cenário

Segundo a Aneel, a matriz elétrica brasileira está composta atualmente (abril/2021) por 425 PCHs, com potência outorgada de 5.503.702,57 kW.
Há 23 usinas em construção, que acrescentarão à matriz mais 319.911,10 kW.

Estudo de Inventário Hidrelétrico
Tanto a construção quanto a operação de uma PCH depende apenas da autorização da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Quando se trata de outros sistemas de geração de energia, é preciso participar de leilão para que seja concedida a exploração da queda d´água.

Pessoas físicas e jurídicas podem solicitar a autorização da agência. Para tanto, devem apresentar o Estudo de Inventário Hidrelétrico, que se trata de uma análise do potencial hidráulico do rio.

Segundo a Resolução Normativa nº 875, de 10 de março de 2020 o Estudo de Inventário Hidrelétrico tem a finalidade de identificar, por meio do uso ótimo do potencial hidráulico, aproveitamentos hidrelétricos da bacia hidrográfica, com potência unitária superior a 5.000 kW, que apresente a melhor relação custo-produção de energia, considerando o contexto socioeconômico e ambiental.

A Tradener é uma empresa pioneira no Mercado Livre de Energia, com know how e conhecimento abrangente sobre o mercado elétrico, o que a transforma em referência no segmento. Assim, consciente de sua vocação, a Tradener dedica-se em desenvolver soluções que sejam benéficas para a sociedade e está construindo e gerando energia por meio de PCHs.  Dessa forma, em novembro de 2020, a Tradener inaugurou a PCH Tamboril, localizada em Goiás, no rio São Bartolomeu, no município de Cristalina. Consta em seu planejamento a construção de outras PCHs.

Veja Também

%d blogueiros gostam disto: