Brasil começa a exportar energia para a Argentina até 2022

Brasil começou a exportar energia para seu país vizinho, a Argentina. O contrato entre os dois países vai ate dezembro de 2022

Brasil começou a exportar energia para seu país vizinho, a Argentina. O contrato entre os dois países vai ate dezembro de 2022

O Brasil começou a exportar energia para a Argentina através do Tradener neste fim de semana a partir das 0:00 do sábado. De acordo com o Regulamento nº 272/2020, os comerciantes nacionais foram autorizados pelo Ministério de Minas e Energia em 9 de julho. Todo o processo de operação é gerado pelas usinas térmicas Norte Fluminense Engie. O contrato foi assinado diretamente com a Companhia Administradora do Mercado Mayorista Eléctrico S.A. (Cammesa) que no Brasil é representada pela Tradener.

Todas as exportações para a Argentina são realizadas através das usinas de transformação nacionais Garabi I e II, que geram até 2200 MW.  

Walfrido Avila, presidente da Tradener disse “Isso equivale a uma vez e meia a potência de uma máquina da Binacional Itaipu. É uma operação complexa, de grande porte, que mostra o esforço da Tradener e dos geradores térmicos trazendo mais divisas para o Brasil”.

O presidente cComentou ainda que a ação foi realizada com a participação do Banco Itaú e Junto Seguradora (do Grupo Paraná Banco), que garantiram o sistema de ação com total apoio da CCEE (Câmara de Comercialização de Eletricidade) e ONS (Operador Nacional de Eletricidade), que participaram plenamente do processo, dirigir e coordenar todas as operações.

Os comerciantes têm uma autorização válida para exportar energia interruptível para a Argentina: até 31 de dezembro de 2022, as exportações não podem ocasionar um aumentar no custo do setor de energia do Brasil, portanto devem ser inspecionadas pela Agência Nacional de Eletricidade.

Fonte: CPG

30.07.2020

Veja também

Geral

21.06.22

O que faz um profissional que trabalha com comercialização de energia?

Geral

07.06.22

Tradener alcança certificação Great Place to Work pela segunda vez

Na Mídia

17.05.22

Barra Bonita é destaque em jornal Gazeta do Povo do PR

Geral

04.05.22

Tradener investe em energia limpa e renovável para um mundo em transformação

Setor Energético

28.04.22

Brasil alcançou a 6ª posição em ranking de energia eólica

Geral

27.04.22

Mês da criatividade e inovação com protagonismo da Tradener

07.04.22

Cidade de Pindaí onde empresa do grupo tem parque eólico celebra 60º aniversário

Setor Energético

23.03.22

Como a meteorologia impacta os preços da energia elétrica no Brasil?

Press Release

22.03.22

Tradener propõe Plano Nacional de 100 PCHs com geração de até 1 milhão de empregos

Press Release

22.03.22

Tradener fecha contrato inédito com a YPFB para trazer gás natural boliviano ao Brasil.

Press Release

22.03.22

Tradener cresceu quase 60% suas vendas de energia em MWh em 2021

Press Release

22.03.22

Tradener aumentou em 103% sua compra de energia no longo prazo.

Setor Energético

22.03.22

A importância da água na geração de energia elétrica.

Setor Energético

15.03.22

O que esperar da micro e mini geração distribuída x incentivos e crescimentos projetados?

Gás

07.03.22

Tradener fecha contrato inédito com a YPFB para trazer gás natural boliviano ao Brasil.

Setor Energético

22.02.22

PDE 2031: qual é a tendência da Matriz Energética Nacional para a próxima década?

Geral

17.02.22

Sua empresa está preparada para descarbonizar?

Setor Energético

10.02.22

Como está o processo de geração de energia eólica em mar brasileiro?

Setor Energético

09.02.22

A influência das chuvas na geração de energia eólica

Setor Energético

02.02.22

Energia Renovável no Brasil, o que esperar para os próximos anos?

25.01.22

Parabéns, São Paulo da garoa, da terra boa e da energia solar!

Geral

10.11.21

Como é o mercado de trabalho no setor de energia?

Mercado Livre

11.08.21

Como alcançar mais previsibilidade na fatura de energia elétrica?

Geral

25.03.21

Energia Eólica no Brasil e no mundo

Setor Energético

20.05.22

Chuvas de março melhoram afluência da região Sul

%d blogueiros gostam disto: