Tradener inicia exportação de energia para a Argentina

A partir deste sábado a empresa começa o fornecimento para o país vizinho de acordo com a portaria MME publicada no início do mês

MAURÍCIO GODOI, DA AGÊNCIA CANALENERGIA, DE SÃO PAULO (SP)

A Tradener fará a partir de meia-noite deste sábado, 25 de julho, início da semana operativa, a primeira exportação de energia para a Argentina. A comercializadora com sede em Curitiba, no Paraná, obteve a autorização do Ministério de Minas e Energia em 9 de julho por meio da portaria no. 272/2020. A empresa será a responsável pelo envio de energia para o país vizinho, por meio de geradores térmicos qualificados. Os dois primeiros serão a Engie e a EDF Norte Fluminense. O contrato é com a Cammesa da Argentina, o equivalente ao Operador Nacional do Sistema Elétrico.

A autorização da Tradener é válida para exportação de energia elétrica interruptível para a Argentina e Uruguai. De acordo com a portaria, a exportação para a Argentina será feita através das conversoras Garabi I e II, até 2.200 MW e da conversora de Uruguaiana, até 50 MW. Já a exportação para o Uruguai deverá ocorrer pela conversora de Rivera, até 70 MW de potência e da conversora de Melo, até 500 MW de potência.

A autorização vale até o dia 31 de dezembro de 2022 e as exportações não poderão causar aumento dos custos do setor elétrico brasileiro e deverão se submeter a fiscalização da Agência Nacional de Energia Elétrica.

De acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico, foram iniciados a exportação de 697 MW médios e se configura na primeira exportação sob as regras previstas pela Portaria MME 418/2019. A norma prevê a exportação sem devolução proveniente de térmicas em operação comercial despachadas centralizadamente pelo ONS, disponíveis para atendimento ao SIN e que não estejam despachando por ordem de mérito nem por garantia de suprimento energético.

Essa nova modalidade, explicou o Operador, entrou em vigor em maio, mas somente agora está sendo efetivada no contexto de geração do SIN.

Por sua vez, o presidente da Tradener, Walfrido Ávila, comentou ainda que nesta segunda começou ainda a exportação por meio da UTE Araucaria, da Copel. O total de energia enviada é de mais de 1 mil MW médios.

Nota da Redação: matéria atualizada em 27 de julho às 9:35 para a inclusão de informações adicionais

Fonte: Canal Energia

27.07.2020

Veja também

Geral

21.06.22

O que faz um profissional que trabalha com comercialização de energia?

Geral

07.06.22

Tradener alcança certificação Great Place to Work pela segunda vez

Na Mídia

17.05.22

Barra Bonita é destaque em jornal Gazeta do Povo do PR

Geral

04.05.22

Tradener investe em energia limpa e renovável para um mundo em transformação

Setor Energético

28.04.22

Brasil alcançou a 6ª posição em ranking de energia eólica

Geral

27.04.22

Mês da criatividade e inovação com protagonismo da Tradener

07.04.22

Cidade de Pindaí onde empresa do grupo tem parque eólico celebra 60º aniversário

Setor Energético

23.03.22

Como a meteorologia impacta os preços da energia elétrica no Brasil?

Press Release

22.03.22

Tradener propõe Plano Nacional de 100 PCHs com geração de até 1 milhão de empregos

Press Release

22.03.22

Tradener fecha contrato inédito com a YPFB para trazer gás natural boliviano ao Brasil.

Press Release

22.03.22

Tradener cresceu quase 60% suas vendas de energia em MWh em 2021

Press Release

22.03.22

Tradener aumentou em 103% sua compra de energia no longo prazo.

Setor Energético

22.03.22

A importância da água na geração de energia elétrica.

Setor Energético

15.03.22

O que esperar da micro e mini geração distribuída x incentivos e crescimentos projetados?

Gás

07.03.22

Tradener fecha contrato inédito com a YPFB para trazer gás natural boliviano ao Brasil.

Setor Energético

22.02.22

PDE 2031: qual é a tendência da Matriz Energética Nacional para a próxima década?

Geral

17.02.22

Sua empresa está preparada para descarbonizar?

Setor Energético

10.02.22

Como está o processo de geração de energia eólica em mar brasileiro?

Setor Energético

09.02.22

A influência das chuvas na geração de energia eólica

Setor Energético

02.02.22

Energia Renovável no Brasil, o que esperar para os próximos anos?

25.01.22

Parabéns, São Paulo da garoa, da terra boa e da energia solar!

Geral

10.11.21

Como é o mercado de trabalho no setor de energia?

Mercado Livre

11.08.21

Como alcançar mais previsibilidade na fatura de energia elétrica?

Geral

25.03.21

Energia Eólica no Brasil e no mundo

Setor Energético

20.05.22

Chuvas de março melhoram afluência da região Sul

%d blogueiros gostam disto: