Vencedora no A-6, Tradener vai investir em torno de R$ 400 mi em três PCHs

Financiamento via debêntures de infraestrutura é uma das opções consideradas pela empresa

CanalEnergia – 28/10/2019 – Por Sueli Montenegro

Com uma pequena central hidrelétrica já em fase de conclusão no rio Tamboril, a Tradener se prepara para investir em torno de R$ 400 milhões na construção, no mesmo sítio, de outras três PCHs contratadas no último Leilão A-6. Está nos planos da empresa financiar de 70% a 75% dos novos empreendimentos com a contratação de empréstimo bancário ou a captação de recursos no mercado, por meio do lançamento de debêntures de infraestrutura.

A previsão é de que as PCHs serão concluídas em cerca de 24 meses, com um espaço de seis meses da primeira para a segunda e mais seis meses da segunda para a entrada da terceira. Embora o prazo para início de entrega da energia contratada no certame seja de seis anos, a intenção é não perder tempo e iniciar também os trâmites de licenciamento ambiental, passo importante no processo.

“Vamos fazer sozinhos. O equity não é muito”, disse o presidente da Tradener, Wafrido Ávila. Ele lembrou que hoje não há mais condições de financiamento atrativo via BNDES, mas é possível recorrer a bancos privados para estruturar, inclusive, a operação com debêntures, como foi feito com a PCH Tamboril.

Ávila comemorou o resultado do certame, que contratou na última sexta-feira, 18 de outubro, 1.155,2 MW médios de energia de 91 empreendimentos de geração. Desses, 27 são hidrelétricas (duas UHEs e o restante usinas de pequeno porte); 44, eólicas; 11, solares fotovoltaicas e nove, termelétricas, sendo seis a biomassa e três a gás natural.

“Nós ficamos muito contentes, porque foi um leilão disputado. Há muito tempo não se via isso”, disse o executivo, que acredita em consequências benéficas para o setor elétrico e a própria economia. “Eu acho que hoje a gente já pode dizer que, com as obras desse leilão, a economia a partir do ano que vem já vai sentir uma mudança. O próprio mercado, as indústrias, porque muita coisa vai ser contratada no Brasil.”

A Tradener, particularmente, tem o que comemorar, pois conseguiu negociar 21 MW médios dos três empreendimentos ao preço de R$ 232,50/MWh. O valor é adequado para remunerar PCHs desse tipo e condizente com os juros que são praticados no Brasil, explicou o executivo. Ele disse que está tranquilo porque a empresa já tem uma usina que deve ser finalizada em cerca de seis meses no mesmo rio e sabe os custos envolvidos no projeto.

Ávila destacou outros acertos no A-6, como a contratação da térmica a gás de Barcarena (PA), que vai funcionar 100% do tempo. “Uma única ressalva é que a gente gostaria de ter comprado energia também como comercializador. Essa é a evolução que está faltando nesses leilões”, afirmou. Ele disse que se pudesse participar como comprador no certame faria um mix de contratos com eólicas e solares, deixando a energia das PCHs que foi vendida no leilão para o mercado livre.

Fonte: Canal Energia

Veja também

Geral

21.06.22

O que faz um profissional que trabalha com comercialização de energia?

Geral

07.06.22

Tradener alcança certificação Great Place to Work pela segunda vez

Na Mídia

17.05.22

Barra Bonita é destaque em jornal Gazeta do Povo do PR

Geral

04.05.22

Tradener investe em energia limpa e renovável para um mundo em transformação

Setor Energético

28.04.22

Brasil alcançou a 6ª posição em ranking de energia eólica

Geral

27.04.22

Mês da criatividade e inovação com protagonismo da Tradener

07.04.22

Cidade de Pindaí onde empresa do grupo tem parque eólico celebra 60º aniversário

Setor Energético

23.03.22

Como a meteorologia impacta os preços da energia elétrica no Brasil?

Press Release

22.03.22

Tradener propõe Plano Nacional de 100 PCHs com geração de até 1 milhão de empregos

Press Release

22.03.22

Tradener fecha contrato inédito com a YPFB para trazer gás natural boliviano ao Brasil.

Press Release

22.03.22

Tradener cresceu quase 60% suas vendas de energia em MWh em 2021

Press Release

22.03.22

Tradener aumentou em 103% sua compra de energia no longo prazo.

Setor Energético

22.03.22

A importância da água na geração de energia elétrica.

Setor Energético

15.03.22

O que esperar da micro e mini geração distribuída x incentivos e crescimentos projetados?

Gás

07.03.22

Tradener fecha contrato inédito com a YPFB para trazer gás natural boliviano ao Brasil.

Setor Energético

22.02.22

PDE 2031: qual é a tendência da Matriz Energética Nacional para a próxima década?

Geral

17.02.22

Sua empresa está preparada para descarbonizar?

Setor Energético

10.02.22

Como está o processo de geração de energia eólica em mar brasileiro?

Setor Energético

09.02.22

A influência das chuvas na geração de energia eólica

Setor Energético

02.02.22

Energia Renovável no Brasil, o que esperar para os próximos anos?

25.01.22

Parabéns, São Paulo da garoa, da terra boa e da energia solar!

Geral

10.11.21

Como é o mercado de trabalho no setor de energia?

Mercado Livre

11.08.21

Como alcançar mais previsibilidade na fatura de energia elétrica?

Geral

25.03.21

Energia Eólica no Brasil e no mundo

Setor Energético

20.05.22

Chuvas de março melhoram afluência da região Sul

%d blogueiros gostam disto: