Bioeletricidade e o Mercado Livre de Energia

A bioeletricidade é uma energia limpa e renovável produzida a partir da palha da cana-de-açúcar e do bagaço, da madeira, de sobras de carvão vegetal, da casca de arroz e outros recursos naturais.

O mundo contemporâneo depende de energia para desenvolver suas atividades. Entretanto, a busca pela produção limpa, que privilegie as condições ambientais e proporcionem formas de preservar o meio ambiente é constante. Nesse sentido, a bioeletricidade surge como opção. Ela se trata de uma energia limpa e renovável produzida a partir da palha da cana-de-açúcar e do bagaço, da madeira, de sobras de carvão vegetal, da casca de arroz e outros recursos naturais que geram biomassa.

Aproveitamento total da cana-de-açúcar
Além de a cana-de-açúcar ser matéria-prima para a produção de etanol, toda a sobra é processada e transformada em biomassa para a geração de energia limpa. A colheita acontece especialmente quando há período de estiagem e a crise hídrica prejudica a produção de energia pelas usinas hidrelétricas.

Vantagens da bioeletricidade

-Promove o desenvolvimento econômico sustentável.

-Contribui para a oferta de energia elétrica, principalmente no período seco, quando os reservatórios estão baixos.

-Ganhos ambientais por se tratar de uma energia limpa e renovável.

-Máximo aproveitamento dos recursos da cana.

-Ganhos sociais, com a geração de empregos e renda.

-Emite uma quantidade relativamente baixa de CO2 na atmosfera, quando comparada com o sistema convencional de geração. Isso possibilita a participação da usina em programas de redução na emissão de gases do efeito estufa, como o Crédito de Carbono.

Qual a relação da bioeletricidade com o Mercado Livre de Energia?
O setor elétrico do Brasil experimentará um processo de modernização que já está em trâmites e em discussão por especialistas e entidades setoriais que defendem e entendem que existe a necessidade urgente de modernizar o mercado de energia. Com essa renovação, o mercado será ampliado e haverá estímulo para a comercialização de projetos de bioeletricidade. Com isso, haverá melhor aproveitamento da indústria de bioeletricidade, que ainda não tem toda a sua capacidade de produção utilizada.

Veja também

%d blogueiros gostam disto: