Consumidor pagará mais por ajuda a empresas de energia

Consumidor pagará mais por ajuda a empresas de energia

Os empréstimos de quase R$ 22 bilhões viabilizados pelo governo federal em 2014 e 2015 com um grupo de bancos para socorrer distribuidoras de energia elétrica ficarão mais caros devido à alta dos juros no País e esse custo será repassado para o consumidor, segundo documentos da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aos quais a agência de notícias Reuters teve acesso. A Aneel deverá oficializar o repasse dos custos às tarifas em uma reunião de diretoria hoje, após reclamações de bancos de que não está sendo cumprida exigência contratual de que seja arrecadado e mantido em conta um excedente de recursos para garantir os pagamentos ? um mecanismo chamado de ?reserva de liquidez?. Os empréstimos no mercado de curto prazo pelas distribuidoras em um momento no qual muitas delas se encontravam sem contratos para atender a demanda, além da aquisição de energia térmica. Mais cara que a hidrelétrica, necessária devido à seca registrada nesses anos. Desde o início, foi determinado pelo governo que os consumidores pagariam o socorro dado às distribuidoras. Agora, com a elevação da taxa dos juros incidentes sobre os empréstimos, a conta ficará mais salgada.

Fonte: Jornal do Commercio ? RJ (15/12/2015)

Veja Também

%d blogueiros gostam disto: