Chuvas elevam nível dos reservatórios

Chuvas elevam nível dos reservatórios

As chuvas de novembro e início de dezembro ajudaram a elevar o nível dos quatro reservatórios que compõem o sistema do Rio Paraíba do Sul. De acordo com o último relatório da Agência Nacional de Águas (ANA), na quarta-feira, o volume médio das represas de Paraibuna, Jaguari, Santa Branca e Funil era de 13,66%, quase quatro vezes mais que em dezembro de 2014 (3,75%).
 
Apesar da melhora, os reservatórios de Paraibuna ? o maior do sistema ?, com 6,2%, e Santa Branca, com 4,2%, permanecem em condições de consumo abaixo do normal, que seria 10%.
 
Está marcada para a próxima segunda-feira uma nova reunião do Grupo Técnico de Acompanhamento de Operação Hídrica, formado por representantes dos comitês de bacia de São Paulo, do Médio Paraíba, da Companhia Energética de São Paulo (Cesp), da Light, da Sabesp, da Cedae, da Agência Nacional de Águas e do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). Mesmo com a elevação do nível dos reservatórios, a situação hídrica ainda é crítica.
 
? A situação é menos desconfortável do que no momento mais grave da crise, mas ainda é de alerta. Precisamos continuar com os cuidados, porque se as chuvas pararem, a situação ficará mais crítica no período de seca. É bom frisar que, se a gente não estivesse fazendo todo o planejamento de gestão dos reservatórios, mesmo com as chuvas de novembro, os reservatórios poderiam ainda estar no volume morto ? disse Maria Aparecida Vargas, integrante da diretoria do Comitê de Integração da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul (Ceivap).
 
FUNIL TEM MAIOR VOLUME
 
De acordo com Julio Cesar Antunes, diretor-geral do Comitê da Bacia Hidrográfica Guandu, o aumento do nível do Paraibuna é muito importante, porque ele é maior dos quatro reservatórios que compõem o sistema do Paraíba do Sul. Ainda segundo Antunes, estão entrando 98 metros cúbicos de água por segundo no Paraibuna e saindo 26 metros cúbicos por segundo, o que está ajudando a aumentar o nível do reservatório.
 
Já a represa de Santa Branca, que chegou a 2,52% em outubro, aumentou para 4,26%. A de Funil, que estava com 15,45% em outubro, passou para 50,94% na última quarta-feira. E a de Jaguari, que tinha 15,80%, foi a única a apresentar redução, indo para 13,6%.

Fonte: O Globo (11/12/2015)

Veja também

Geral

21.06.22

O que faz um profissional que trabalha com comercialização de energia?

Geral

07.06.22

Tradener alcança certificação Great Place to Work pela segunda vez

Na Mídia

17.05.22

Barra Bonita é destaque em jornal Gazeta do Povo do PR

Geral

04.05.22

Tradener investe em energia limpa e renovável para um mundo em transformação

Setor Energético

28.04.22

Brasil alcançou a 6ª posição em ranking de energia eólica

Geral

27.04.22

Mês da criatividade e inovação com protagonismo da Tradener

07.04.22

Cidade de Pindaí onde empresa do grupo tem parque eólico celebra 60º aniversário

Setor Energético

23.03.22

Como a meteorologia impacta os preços da energia elétrica no Brasil?

Press Release

22.03.22

Tradener propõe Plano Nacional de 100 PCHs com geração de até 1 milhão de empregos

Press Release

22.03.22

Tradener fecha contrato inédito com a YPFB para trazer gás natural boliviano ao Brasil.

Press Release

22.03.22

Tradener cresceu quase 60% suas vendas de energia em MWh em 2021

Press Release

22.03.22

Tradener aumentou em 103% sua compra de energia no longo prazo.

Setor Energético

22.03.22

A importância da água na geração de energia elétrica.

Setor Energético

15.03.22

O que esperar da micro e mini geração distribuída x incentivos e crescimentos projetados?

Gás

07.03.22

Tradener fecha contrato inédito com a YPFB para trazer gás natural boliviano ao Brasil.

Setor Energético

22.02.22

PDE 2031: qual é a tendência da Matriz Energética Nacional para a próxima década?

Geral

17.02.22

Sua empresa está preparada para descarbonizar?

Setor Energético

10.02.22

Como está o processo de geração de energia eólica em mar brasileiro?

Setor Energético

09.02.22

A influência das chuvas na geração de energia eólica

Setor Energético

02.02.22

Energia Renovável no Brasil, o que esperar para os próximos anos?

25.01.22

Parabéns, São Paulo da garoa, da terra boa e da energia solar!

Geral

10.11.21

Como é o mercado de trabalho no setor de energia?

Mercado Livre

11.08.21

Como alcançar mais previsibilidade na fatura de energia elétrica?

Geral

25.03.21

Energia Eólica no Brasil e no mundo

Setor Energético

20.05.22

Chuvas de março melhoram afluência da região Sul

%d blogueiros gostam disto: