CEO da Tradener comenta privatização da Eletrobras

A MP que propõe a privatização da Eletrobras foi aprovada pela Câmara dos Deputados no dia 19 de maio.

A MP que propõe a privatização da Eletrobras foi aprovada pela Câmara dos Deputados no dia 19 de maio, o texto segue para apreciação no Senado.

O CEO da Tradener, Walfrido Avila, teceu suas considerações a respeito da Medida Provisória para o mercado livre de energia, em entrevista concedida ao jornalista João Montenegro do veículo internacional BNamericas.

Walfrido Avila disse que a medida provisória cria uma conta de desenvolvimento de energia (CDE) diferenciada para consumidores livres e cativos (regulados), o que pode dificultar a expansão do mercado livre de energia.
“Quem vai calcular isso e como? Isso gera insegurança”, disse ao BNamericas.

Na visão de Ávila, o modelo de privatização escolhido pelo governo está longe do ideal, pois a Eletrobras provavelmente manterá uma participação de mercado excessiva.

“A privatização deveria ter sido feita com a divisão de ativos da Eletrobras, vendendo suas empresas separadamente. Grandes, médias e pequenas empresas naturalmente atrairiam investidores do seu porte, atomizando o mercado”, disse.

Confira a matéria na íntegra: https://sforce.co/3bOXecE

Veja Também

%d blogueiros gostam disto: